PMOS – BOM SISTEMA DE ATENDIMENTO ON LINE

Tempo de leitura: 2 minutos

Faço uns freelance de vez em quando e acho bem legal porque na realidade, complementa o orçamento, que hoje em dia, sempre fica um pouco abaixo do que a gente pretenderia ganhar.

Sempre atendia as pessoas do modo padrão. Me ligavam, eu atendia e o sistema funcionou por um bom tempo. Infelizmente, quando alguns usuários dos clientes começaram a entrar diretamente em contato comigo, a coisa começou a pegar.

Com, quando a coisa aperta, usuário nunca tem nada com o que está acontecendo, isto estava me gerando aquele famoso “disse que me disse”, ou seja, eu falava que o usuário me requisitou X, ele desconversava, e falava que me requisitou Y, e eu não atendi o mesmo como deveria.


Sempre achei sistemas de chamado legais. O Ocomon foi a primeira tentativa. Infelizmente, o programa em questão não me atendeu totalmente pois ele era muito voltado para o esquema de setor de informática de escolas/faculdades, e gerou alguns problemas em criação e usuários e afim.

Além disto, queria que o usuário estivesse no cliente de email ou web, e mandasse um email, e o chamado simplesmente seria aberto automaticamente.

Em provedores de hospedagem, a coisa sempre funciona assim. Você manda um mail para o suporte, e o chamado é aberto em cinco minutinhos, sem que precise da intervenção. O cara vem, lhe responde, e a resposta vai direto para o email do cara, e ainda fica cadastrado em uma base de dados, que pode ser acessada pelo cliente quando ele bem entender e ainda, usado pelo suporte para rebater alguma de suas reclamações.

Era isto que eu queria, e sem dúvida, só encontrei em um artigo que me dava diversas opções de sistemas deste tipo de gerenciamento. Como eu não pretendia pagar por nada ( ou seja, não queria gastar um real que seja ), eu peguei o PMOS, que me pareceu um sistema bem interessante.


O sistema é legal, fornece uma ótima interface para gerenciamento de chamados e por aí vai. Ou seja, para mim, em inglês mesmo ele atendia.

Mas, como sempre, tem o usuário chato que acha que inglês é coisa do capeta, e quer de todo jeito que tudo que ele leia seja em português.

Como estava nos meus bons dias, resolvi traduzir o bichinho. O processo ainda está em total início, mas em compensação o arquivo já está disponível aqui mesmo, no site, para quem quiser baixar. O andamento da tradução vai ser postado ao longo do tempo e espero estar com tudo pronto em mais ou menos uns dois meses … para alegria dos usuários que tem medo do inglês hehehehehe

Quem precisar de ajuda na instalação e não for algo tão complexo, é só me avisar que eu posto a ajuda aqui no blog para outras pessoas ajudarem. Em compensação, como já postei por aqui, não sou suporte gratuito, se precisar de ajuda mais complexa, como literalmente, instalar o sistema, é só me contactar que eu passo o preço da consultoria 😛

Sobre ataliba

Pai, marido e analista de sistemas especializado em Linux e Network que fala aqui sobre suas especialidades para tentar ajudar mais os colegas e a comunidade do Software Livre.